Quanto tempo o Roacutan leva para trabalhar? (cápsulas de isotretinoína)

As pessoas que sofrem de acne maligna mal podem esperar para ver melhorias em sua pele, assim que começam a tomar Roacutan, o “padrão ouro” nos tratamentos contra a acne, elas se perguntam quando verão bons resultados.

Roacutan é a marca de um retinóide de prescrição, isotretinoína, indicado para o tratamento da acne nodulocística, mas agora muitas vezes prescrito também para formas mais brandas de acne, para eczema, e para outras condições dermatológicas.

Então, quanto tempo leva o Roacutan para começar a trabalhar?

Os efeitos do medicamento podem ser vistos em apenas 10 dias após você começar a tomar Roacutan.

Geralmente entre 2 e 10 semanas após o início do tratamento você pode notar um agravamento de sua acne conhecido como um “flare up“.

A maioria dos pacientes notará todos os benefícios de tomar Roacutan entre 1 e 3 meses após iniciar o tratamento, que normalmente dura de 5 a 6 meses.

80% dos pacientes que usam cápsulas de isotretinoína terão a pele clara após 4 meses.

A eficácia deste tratamento também depende da dose, e muitos pacientes são iniciados com uma dose mais baixa que é gradualmente aumentada ao longo de várias semanas; seu plano terapêutico específico, incluindo a dosagem de isotretinoína e que outros medicamentos você está tomando ou que outros tratamentos você está fazendo, influenciará a rapidez com que o Accutane produzirá resultados em você.

Após terminar um ciclo de Roacutan, se a acne persistir, um segundo curso de terapia poderá ser iniciado após um período de pelo menos 2 meses fora da terapia.

Consulte seu dermatologista para conselhos adaptados ao seu caso específico.

Referências

Share:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk
Share on tumblr
Share on mix
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp

Save time and energy

For doctors or clinics recommendation, more information on the topic of this article or a free quotation

Subscribe to the Newsletter