Cuidados com a pele cosmecêuticos: os melhores sérum antioxidantes dermocosméticos

Os sérums antioxidantes são uma grande adição às rotinas de cuidados com a pele quando se trata de prevenir os sinais de envelhecimento. A maioria de nós conhece alguns dos fatores que têm impacto sobre a rapidez e a idade: dieta, exposição aos raios UV e fumo. Estes 3 fatores têm uma coisa em comum: um papel na oxidação.

Tem que haver um equilíbrio entre os antioxidantes e a oxidação para evitar danos, inflamação crônica e doenças. Quando demasiados radicais livres são gerados, nossas defesas antioxidantes naturais ficam sobrecarregadas.

Duas coisas muito importantes que você talvez não saiba sobre a oxidação são que:

  1. A radiação UV e o fumo não são os dois únicos fatores externos que desempenham um papel na formação dos radicais livres. O estresse, a falta de sono, a poluição e até mesmo a luz visível são os principais fatores que contribuem para isso.
  2. Além dos antioxidantes produzidos por nosso próprio organismo e daqueles que conseguimos através da dieta (frutas e vegetais), os antioxidantes tópicos são muito eficazes para proteger a pele contra os fatores internos e externos que causam a geração de radicais livres na pele.

Por que precisamos de soros antioxidantes em nossa rotina de cuidados com a pele?

Enquanto uma dieta rica em frutas e vegetais e a suplementação de antioxidantes impulsiona nossas defesas antioxidantes em geral, muito pouco é fornecido à pele; adicionar um sérum antioxidante à nossa rotina de cuidados com a pele protege especificamente a pele e impulsiona suas defesas contra os muitos fatores externos que causam o envelhecimento prematuro.

A seguir, revisamos alguns dos muitos antioxidantes atualmente disponíveis nas formulações dermocosméticas de cuidados com a pele.

Vitaminas antioxidantes em sérum cosmecêutico para a pele

Vitamina B3 – Niacinamida

A vitamina B3 é uma molécula solúvel em água que pode penetrar facilmente na pele quando aplicada por via tópica. Ela tem muitos benefícios para a pele e leva a uma melhor textura e pigmentação, mas também é um precursor de dois potentes antioxidantes intracelulares: NADH e NADPH.

Vitamina C – Ácido ascórbico

A vitamina C é um nutriente essencial para a estrutura e função da pele, estando envolvida, por exemplo, na síntese de fibras de colágeno. Sua aplicação tópica melhora a textura e a pigmentação da pele; não apenas a vitamina C é um potente antioxidante em si, mas também tem a capacidade de ajudar a regenerar outro antioxidante: a vitamina E.

Vitamina E – alfa-tocoferol

A vitamina E é o principal antioxidante lipossolúvel na pele humana e, como tal, protege as membranas celulares das células da pele do ataque dos radicais livres. Uma vez oxidada por um radical livre, ela pode ser convertida novamente em sua forma reduzida (forma ativa) pela vitamina C, razão pela qual as duas funcionam bem quando usadas em combinação. A vitamina E é boa para proporcionar fotoproteção adicional contra os raios UV e para prevenir o fotoenvelhecimento.

Outros antioxidantes dermocosméticos populares em sérum da pele

Ubiquinona – Coenzima Q10

A ubiquinona, mais conhecida como coenzima Q, recebe seu nome pelo fato de estar presente nas mitocôndrias, nas fábricas de energia, de todas as células vivas. Além de seu papel na produção de energia, na pele é também um potente antioxidante que protege o colágeno e o ácido hialurônico dos danos causados pelos raios UV e ajuda a restaurar os níveis de Vitamina E. A coenzima Q10 diminui com o envelhecimento e sua aplicação tópica também pode ajudar a restaurar seus níveis e melhorar alguns dos sinais do envelhecimento da pele, embora seja necessária mais pesquisa nesta frente.

Ácido alfa-lipóico – ALA

O ácido alfa-lipóico é um antioxidante solúvel em água e gordura muito eficaz contra muitas formas de espécies reativas de oxigênio; ele também tem a capacidade de regenerar outros antioxidantes, tais como vitamina C, vitamina E, glutationa e coenzima Q e por estas razões tem um papel importante na proteção da pele contra danos causados pelos raios UV.

Ingredientes botânicos

Existem inúmeros antioxidantes derivados de material de origem vegetal e seu uso na indústria dermocosmética está aumentando. Eles são comumente conhecidos como polifenóis, flavonóides e antocianinas para citar alguns, mas vamos cobri-los mais detalhadamente em um artigo dedicado a eles. Alguns dos botânicos mais comuns em cuidados com a pele são:

  • Extrato de Chá Verde também conhecido como extrato de Camelia Sinensis ou como EGCG
  • Resveratrol, derivado da uva
  • Licopeno, derivado do tomate
  • Extrato de romã
  • Picnogenol (extrato da casca do pinheiro-marinho francês)
  • Extrato de semente de uva
  • Ácido ferúlico, encontrado nas paredes das células de muitas plantas, frutas e vegetais.

As variáveis em produtos antioxidantes cosmecêuticos para a pele

As variáveis em produtos antioxidantes cosmecêuticos para a pele

Os níveis de antioxidantes diminuem com o envelhecimento e com a exposição a fatores ambientais como a poluição e os raios UV. Os antioxidantes tópicos parecem ser eficazes na proteção da pele contra a fotodamia e na prevenção do envelhecimento, mas as afirmações sobre seus efeitos em linhas e rugas já existentes não são apoiadas por uma pesquisa rigorosa.

Com cada produto de cuidado da pele ou dermocosmético há sempre variáveis que afetam sua eficácia.

Conter um ingrediente conhecido por exercer um certo efeito ou ter um certo benefício para a pele não é suficiente para garantir que experimentaremos tal efeito ou benefício:

  1. A concentração do ingrediente ativo é alta o suficiente para ser eficaz? *
  2. A formulação é estável ou os antioxidantes se decompõem antes de serem aplicados devido à luz, calor, pH ou interação com outros ingredientes?
  3. ingrediente antioxidante é biodisponível, o que significa que pode ser absorvido pela pele quando aplicado topicamente?

Embora as marcas compartilhem os mesmos ingredientes ativos, elas não compartilham a mesma formulação. Algumas das mudanças na formulação podem ajudar um produto a ser mais estável ou melhor absorvido e em geral o mesmo ingrediente ativo pode ser eficaz ou ineficaz, dependendo da formulação geral.

Quando se trata de suplementação antioxidante, tanto com suplementos orais quanto com formulação tópica, os especialistas concordam que o melhor curso de ação é usar múltiplos ingredientes ativos: eles são freqüentemente sinérgicos e funcionam de maneiras ligeiramente diferentes, de modo que a variedade melhora o resultado final.

Mesmo que os antioxidantes sejam comercializados e se sintam como a cura para todas as doenças, muitos deles podem ser realmente prejudiciais. Consulte sempre seu médico de clínica geral antes de tomar suplementos e consulte seu dermatologista quando se tratar de conselhos sobre cuidados com a pele.

*Notem que, embora a concentração precise ultrapassar um certo limite para que o princípio ativo seja eficaz, isto não significa que quanto maior, melhor. Concentrações mais altas também podem causar efeitos adversos.

Referências

Share:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk
Share on tumblr
Share on mix
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp

Save time and energy

For doctors or clinics recommendation, more information on the topic of this article or a free quotation

Subscribe to the Newsletter